PROPÓSITO

A Canô nasceu com o propósito de ser uma empresa melhor para as pessoas e para o mundo. Por isso, fazemos escolhas todos os dias em busca de entregar o melhor de nós para apoiar uma economia sustentável tanto para as mulheres quanto para o meio ambiente. Como marca de moda, procuramos identificar os pontos que podemos ser mais sustentáveis como:
  • A escolha dos tecidos que utilizamos
  • O descarte correto de material de consumo interno
  • Embalagem ao consumidor livre de plásticos
  • Apoio a projetos que cuidem de mulheres em situação de vulnerabilidade
  • Tag plantável
  • Slow Fashion

Abaixo, conheça as iniciativas que fazem de nós uma empresa que quer construir com você um mundo mais sustentável, de verdade:


No Brasil, 1,6 milhão de mulheres vivem sem banheiro em casa. Ao fazer suas necessidades a céu aberto, essas mulheres têm a saúde e segurança expostas, em média, 1.800 vezes por ano.

Pelo menos meio milhão delas deve estar, nesse momento, vivendo um ciclo menstrual. Em parceria com o Projeto Sana, vamos construir banheiros em comunidades brasileiras onde o saneamento convencional não chega.

Cada peça vendida pela Canô garante 10 dias de uso seguro do banheiro por mulheres em situação de extrema vulnerabilidade.

E o projeto vai além: os dejetos coletados, após compostagem, viram adubo, contribuindo com a produção de alimentos na comunidade.

A revolução na Canô já começou: uma mulher levanta a outra. E você faz parte disso!


Nossa Tag plantável é feita de papel semente, que é um papel reciclado e fabricado de forma artesanal. Durante o processo são usados: papel sulfite, livros, cadernos, notas e outros papéis descartados.
A tag é 100% biodegradável e sem nenhuma adição de produtos químicos na sua fabricação. Durante o processo de fabricação, são inseridas sementes de diversos tipos de legumes, flores, temperos e ervas.
A impressão é com tinta à base de água para não prejudicar as sementes que, além disso, já foram testadas e aprovadas para a utilização em papel semente pela ótima germinação. Para fazer o plantio, é só picar o papel, molhar e plantar em solo fértil regando todos os dias. Nascerá um lindo cravo francês.


 A Canô recicla 100% da massa total de embalagens colocadas no mercado, através de um recurso mensal para a cadeia de reciclagem, a fim de mitigar o impacto ambiental de nossas embalagens pós-consumo.
Os Certificados comprovam que uma determinada massa de embalagens dentro dos grandes grupos (papel, plástico, vidro ou metal) foi direcionada à reciclagem pelos operadores.

A lógica por trás da metodologia é simples: desenvolver a cadeia de reciclagem através de contínuos investimentos por parte do setor privado. O modelo de compensação ambiental da Eu Reciclo aplicado à logística reversa visa atender a realidade social e econômica única do Brasil.


A Better Cotton Initiative (BCI) é uma organização sem fins lucrativos, criada em 2005, com sede em Genebra, Suíça. A BCI atua para melhorar a produção mundial do algodão para aqueles que o produzem, para o meio em que é cultivado e o para futuro do setor. Seus associados são entidades que representam produtores, marcas de confecção prestigiadas, varejistas, fornecedores e outros elos da cadeia econômica do algodão, além da sociedade civil.

O processo BCI deve funcionar como cadeia, permitindo que a oferta proporcionada pelos produtores engajados seja equalizada com a demanda, que pode ser estimulada pelos agentes que atuam nos processos de beneficiamento, comercialização e transformação do algodão, promovendo o crescimento e a sustentação do mercado de Better Cotton.

A Canô só trabalha com algodão que tenha certificação BCI. Estamos procurando implantar cada vez mais malhas e tecidos sustentáveis para o meio ambiente e para as pessoas envolvidas no processo de produção.

Fonte: https://www.abrapa.com.br/Paginas/sustentabilidade/

 

A prática do slow fashion preza pela diversidade, prioriza o local em relação ao global, promove consciência socioambiental, contribui para a confiança entre produtores e consumidores, pratica preços reais que incorporam custos sociais e ecológicos e mantém sua produção entre pequena e média escalas.
A Canô segue essas diretrizes e, além disso, procura também fornecer um atendimento consultivo, dando ferramentas para uma compra mais consciente possível.
Dessa forma, nossas clientes passam a se conhecer mais e optam por peças que realmente tem sinergia com seu estilo de vida e proporção corporal. Também oferecemos serviço de ajuste de peças, que é feito por costureiras locais em seu próprio negócio.

Fonte: https://www.ecycle.com.br/slow-fashion/


Como você quer que o planeta esteja daqui a 500 anos? Nós queremos que ele esteja a coisa mais linda espalhando muita Bossa!

Por isso, excluímos 100% do uso de plástico das nossas embalagens, pois 500 anos é o tempo que essa matéria-prima demora para se decompor.
Trocamos o plástico comum por celofane (sua degradação ocorre de 6 meses a dois anos, e depois de ser dissolvido ele vira ácido lático, substância química não tóxica, produzida naturalmente por mamíferos. Importante ressaltar que sua decomposição só ocorre quando ele é descartado corretamente para a compostagem).
Também passamos a utilizar papel seda (decompõe em cerca de 02 meses) e caixas kraft (decompõem de 03 a 06 meses). 
Fonte: https://blog.eureciclo.com.br/embalagens

   

Todos os fornecedores têxteis das Canô, inclusive no setor produtivo, possuem o selo ABVTEX.

A Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), é entidade que congrega as mais representativas redes nacionais e internacionais de varejo de moda, que comercializam itens de vestuário, calçados, bolsas, acessórios, além de artigos têxteis para o lar. É a principal interlocutora do setor junto a entidades ligadas à indústria, comércio e serviços; autoridades dos governos federal, estaduais e municipais; ONGs e associações.

Promotora do diálogo entre toda a cadeia de valor da moda, a ABVTEX é reconhecida por suas iniciativas em prol do compliance, fornecimento responsável e uso do trabalho digno. Possui ainda como pilares de atuação o combate à informalidade e o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva que abastece o varejo de moda, entre outras frentes de atuação.

Fonte: https://www.abvtex.org.br/sobre-a-abvtex/